Lendas e tradições

De acordo com as memórias dos antigos, recuperaram-se alguns brinquedos como a Boneca de Trapos, brinquedo típico das meninas da região, confeccionada pelas próprias crianças e adolescentes, servindo-se de pequenos pedaços de tecido que recolhiam junto das costureiras que existiam na terra; Carrinho de pau de empurrar, era um dos brinquedos utilizados pelos meninos da região. Era constituído por um pau mais ou menos resistente e direito com aproximadamente a altura da criança, a meio era aplicado, na perpendicular, um outro pedaço de pau com cerca de quarenta centímetros que servia de guiador, numa das extremidades do pau maior era aplicada uma roda, que se obtinha cortando uma rodela fina num toro de pinheiro. 
 
Com a roda assente no chão, a outra extremidade do pau apoiada no ombro e as mãos no guiador, os meninos empurravam os carrinhos, fazendo autênticas corridas; Fisga, era um "brinquedo utilizado para caçar”, constituído por um pedaço de galho de árvore em forma de Y e por uma tira de borracha recortada de uma câmara-de-ar de bicicleta. As extremidades da tira de borracha eram fixadas no pedaço de galho e estávamos assim perante urna arma, que servia para arremessar pequenas pedras.
 
Brincava-se ao bilhar, ao lencinho, ao esconde-esconde. Jogos inocentes que ensaiavam o namoro que conduziria ao casamento.